domingo, maio 08, 2011

renascença



amei renascer
amei precisar precisar
de precisar
de você.
com você
sou extremamente
impreciso

eu quero querer
querer você
sem você
não quero nem
saber.

eu sei que sou seu
eu só
soul se 
ser você.

eu não uso gravata
eu não faço faculdade de ciência exata
eu curto bravata
tu pato, eu pata
eu vivo sonhando à cata
de cada pirada sonata.

eu refaço serenata
eu me atiro em qualquer catarata
eu me jogo em dentro do leite
e remexo por dentro do soro na nata
só não espere que eu bata
à tua porta trancata.

o leite deita no copo-de-leite
de novo coalha
e a nata renova
retalha em nata, em nada, em nata
amei essa mulher renascer
no meu querer
no meu precisar
amei renascida no meu ser

essa mulher (você)
me faz forte
uma vez na vida outra na morte
você me faz forte
pra sempre na vida
e meia horinha
na hora da nossa morte. amei.
renasci.
renasei.

2 comentários:

Andreia Costa disse...

ah essas mulheres e esses homens imprecisos.

Beto Vianna disse...

ah! a pressa e o apreço...